Os 16 faróis da Indústria 4.0, segundo o Fórum Mundial

Publicada 13/02/2019

Os 16 faróis da Indústria 4.0, segundo o Fórum Mundial  

Fonte: usinagem-brasil.com.br

(20/01/2019) - Num esforço para contribuir para o desenvolvimento da Indústria 4.0 no mundo, o Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum) tem realizado uma série de estudos e ações sobre a chamada 4ª Revolução Industrial. Uma dessas ações, iniciada no ano passado, foi a de apontar as fábricas que são os “faróis da manufatura” (“Manufacturing Lighthouses”), aquelas que estão conseguindo obter os melhores resultados na implantação das novas tecnologias.

Em 2018, foram indicadas nove plantas - dentro de uma lista inicial de mil fábricas. Agora, em 2019, foram apontadas outras sete, totalizando 16 “Faróis da Manufatura”. Do total, nove fábricas estão localizadas na Europa, cinco na China, uma nos Estados Unidos e uma na Arábia Saudita.

Com a divulgação desta lista, o Fórum Econômico Mundial pretende construir uma rede de ‘faróis da manufatura’ para que estes “iluminem” o caminho para que outras indústrias de todo o mundo possam resolver os problemas enfrentados na implantação destas tecnologias avançadas. Segundo o Fórum Mundial, estudos anteriores identificaram que mais de 70% das empresas que investem em tecnologias como análise de big data, inteligência artificial ou impressão 3D não são capazes de levar os projetos para além da fase piloto.

“Para auxiliar o aprendizado e a adoção de tecnologias por outras empresas, todas as empresas selecionadas como “faróis” da rede concordaram em abrir suas portas e compartilhar seus conhecimentos com outras empresas de manufatura”, informa o Fórum, no comunicado de divulgação da lista, que será apresentada oficialmente esta semana, durante a realização do Encontro Anual do Fórum Econômico Mundial, de 22 a 25 de janeiro, em Davos, na Suíça.

“Nós esperamos que esta rede de ‘faróis’ possa ser uma fonte da inspiração para ajudar no aumento da produtividade, entregando o máximo de benefícios para a sociedade”, explica Helena Leurent, responsável pelo estudo realizado pelo fórum Mundial.

“Estes 16 faróis representam um marco, um momento decisivo. Estamos vendo o começo da segunda fase, quando as tecnologias da 4ª Revolução Industrial estão penetrando o núcleo das indústrias e nossa plataforma de 16 faróis irá contribuir para iluminar este caminho”, avalia Enno de Boer, da consultoria McKinsey, que colaborou com o Fórum neste projeto.

Veja abaixo a lista dos 16 Faróis da Manufatura e o porquê foram escolhidas pelo Fórum Econômico Mundial:

Bayer, Division Pharmaceuticals (Garbagnate, Itália) 

 Bosch Automotive (Wuxi, China)

Haier (Qingdao, China) 

Johnson & Johnson DePuy Synthes (Cork, Irlanda)

Phoenix Contact (Bad Pyrmont and Blomberg, Alemanha)

Procter & Gamble (Rakona, República Checa)

Schneider Electric (Le Vaudreuil, França)

Siemens Industrial Automation Products (Chengdu, China)

Fast Radius with UPS (Chicago, EUA)

BMW Group (Regensburg Plant, Alemanha)

Danfoss, Commercial Compressors (Tianjin, China)

Foxconn (Shenzhen, China)

Rold (Cerro Maggiore, Itália)

Sandvik Coromant (Gimo, Suécia)

Saudi Aramco Uthmaniyah Gas Plant (Uthmaniyah, Arábia Saudita)

Tata Steel (IJmuiden, Holanda) 

 



ÚLTIMOS POSTS

29/03/2019

Ferrovia Norte-Sul

LER POST
25/02/2019

Setor da Construção Civil vislumbra retomada em 2019

LER POST
21/02/2019

As empresas japonesas usam o 5G para máquinas de construção

LER POST
Munlog Error 500
500
It's not you, it's me.

file_put_contents(): Only 0 of 237 bytes written, possibly out of free disk space